Miserere Mei, Deus

sexta-feira, 17 de março de 2017

Loci ubi Deus quæritur (Lugares onde se procura Deus)



Folheando o luxuoso álbum Loci ubi Deus quæritur (Lugares onde se procura Deus), publicado em 1999, deparei-me com um repertório amplamente ilustrado dos atuais mosteiros beneditinos no mundo. É de singular beleza a obra das mãos humanas, e são as miríades de luzes sobrenaturais, dons de Deus, que ornam a casa do altíssimo.
O monaquismo beneditino nasceu na Itália, com São Bento, no século VI da Era Cristã. Desde seus primórdios, os monges beneditinos sempre foram conhecidos por valorizarem a oração, o trabalho, mas também as artes. Desde as grandiosas Abadias aos Mosteiros mais simples e escondidos nas regiões montanhosas podemos perceber claramente a expressão de São Bento na Santa Regra “Para que em tudo seja Deus glorificado.”  (RB 57,9)
Foram selecionadas as quatro primeiras abadias fundadas pelos monges beneditinos no decorre dos anos de sua chegada as terras brasílicas.



Arquiabadia de São Sebastião da Bahia


Este Arquicenóbio do Brasil foi fundado pelo Capítulo Geral da Congregação Portuguesa, reunido na Abadia de São Martinho de Tibães em 13 de fevereiro de 1575, que aprovou a fundação de um mosteiro beneditino no Brasil, que, naquele tempo, era Colônia de Portugal. Escolheram a cidade da Bahia, capital da Colônia. Os primeiros monges portugueses chegaram à Bahia na Páscoa de 1582 e iniciaram a vida monástica no mesmo local do atual mosteiro, que é o primeiro mosteiro beneditino das Américas. Os principais trabalhos dos monges são: Pastoral Litúrgica e Atendimento Espiritual, Educação (Colégio com 570 alunos), Hospedaria (retiros), Setor Cultural com Museu e biblioteca aberta à comunidade universitária, Laboratório de Restauração de livros raros e as Edições São Bento, para difusão da espiritualidade monástica ou temas ligados à vida espiritual. Em 24 de novembro de 1998 o mosteiro foi elevado pela Santa Sé à categoria de Arquiabadia.


The first monastery of Brazil owes its existence to the General Chapter of the Portuguese Congregation which met at Tibães on February 13, 1575 and resolved to start a Benedictine monastery in Brazil, which at that time was a Portu¬guese colony. The city of Bahia, which was the capital city of the colony, was chosen as the site for the new foundation. The first Portuguese monks arrived in Bahia at Easter 1582 and began monastic life on the site where the present monastery still stands. Consequently, Bahia is the first Benedicti-ne monastery in all America. The principal occupations of the monks are: liturgical instruction, spiritual direction, education (junior high school with 570 pupils), guest house (retreats), cultural sector with a museum and a librar) which is used by the students of the University, a bookbinding workshop specialising in the restoration of rare books and the publishing house São Bento, which is engaged in the diffusion of monastic spirituality and themes connected with spiritual life. The Holy See raised the monastery to the rank of an archabbey on November 24/1998.


Abadia de São Bento de Olinda



O Mosteiro de São Bento de Olinda foi fundado em torno de 1585 pelos monges da Congregação Beneditina Portuguesa de Salvador de Bahia. Destruído pelo invasor holandês em 1630, após a liberação de Pernambuco em 1654, ele foi reconstruído no curso do século XVIII. A bela Igreja abacial de “baroco colonial” foi o coroamento desse trabalho. Apesar da Independência do Brasil e da ereção Beneditina Brasileira, o século XIX foi um século de desgraças para as Ordens Religiosas, às quais a legislação imperial, de inspiração rnaçonica proibia o recebimento de noviços. Quando a proclamação da República aboliu essa legislação a situação era desesperadora. A comunidade de Olinda tinha sido reduzida a um monge, o Abade. A Santa Sé pediu à Congregação Beneditina de Beuron, monges para o Brasil, que seriam dirigidos por Dom Gerard van Caloen, monge da ata belga de Maredsous. Nomeado Abade de Olinda, Gerard consegui restabelecer a vida monástica na anigga Abadia. As tarefas atuais do mosteiro são bastante diversas. A comunidade dirige um importante colégio misto de mais de mil alunos. Além disso, os monges exercem o ministério sacerdotal em quatro paróquias e em algumas comunidades nas, particularmente junto as monjas da Abadia de Senhora do Monte e as missionárias beneditinas de Outro trabalho importante é a assistência espiritual no santuário mariano do mosteiro. A comunidade fundou os mosteiros de Brasília em 1986 e o de Fortaleza em 1993. Em 1995, Brasília se tornou independente pela ereção a priorado conventual.




The monastery of São Bento of Olinda was founded around the
year 1585 by monks of the Portuguese Congregation of Salvador de Bahia. It was destroyed in 1630 by Dutch invaders, but after the liberation of Pernambuco in 1654, the monastery was restored and rebuilt in the course of the 18th century. The beautiful abbey church In the Baroque style of the Colonial Period is the crowning feature of this rebuilding. In spite of the fact that Brazil achieved independence and that a separate Benedictine Congregation was established in Brazil, the 19th century was a most unfortunate one for Religious Orders. An imperial law instigated by the Free Masons forbade the reception of novices. This law was abrogated with the establishment of the Republic but the situation was desperate. There was only one monk still living at Olinda, the abbot himself. The Holy See sent some monks from the Beuronese Congregation to Brazil under the leadership of Dom Gerad van Caloen, a monk of the Belgian Abbey of Maredsous. After he was made Abbot of Olinda, he succeeded in restoring monastic life to the venerable abbey. Today the community is involved in many different activities. It directs a coeducational school with over one thousand pupils. The pastoral commitment includes chaplaincies for convents of sisters, including the nuns of the Abbey of Our Lady of the Mountain and the Benedictine Missionary Sisters of Tutzing. Another important concern is the spiritual charge of the Marian sanctuary which situated in the monastery.The Abbey founded the monasteries of Brasília in 1986 and of Fortaleza in 1993. In 1995, Brasília was elevated to the rank of a conventual priory and became thereby independent.


Abadia de Nossa Senhora do Montserrat




O Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro foi fundado em 1590 e tornou-se Abadia oito anos depois. Constituiu sem­pre um marco importante na história da cidade do Rio de Janeiro, tanto por suas atividades religiosas e culturais como por sua localização estratégica. Foi restaurado em 1904, juntamente com os demais mosteiros brasileiros, por monges da Congregação de Beuron. Recebeu o título de Abadia nullius (hoje Territorial) devido à Missão assumida em 1907 no antigo Território do Rio Branco, tendo sido este título renovado em 1948 por Pio XII, mesmo sem os ter­ritórios missionários. O Mosteiro de São Bento é um patrimônio artístico de in estimável valor, sendo sua igreja barroca considerada a mais bela e rica do Rio de Janeiro. A construção atual data dos séculos XVII-XVIII. Entre suas atividades está o Colégio São Bento (1200 alunos), fundado em 1858; a Escola Teológica da Congreção Beneditina do Brasil, afilia­da ao Ateneu de Santo Anselmo em Roma; uma Obra Social; as Edições Lumen Christi e uma hospedaria (Casa de Emaús), onde são pregados retiros para religiosos e leigos. Conta ainda com uma importante biblioteca de cerca de 140.000 volumes, dos quais muitas obras raras. A liturgia é solene, realizada parte em latim e com canto 
gre­goriano.



The monastery of St Benedict of Rio de Janeiro was founded in the year 1590 and was raised to the rank of an abbey eight years later. It had always great importance for the history of the city Rio de Janeiro for its religious and cultural activities as well as for its strategic situation in the centre of the city. It was restored in 1904 like the other Brazilian monasteries by the monks of the Congregation of Beuron. Since the Abbey took over the evangelization of the Rio Branco in 1907, it received the title of an "Abbatia nullius". The monastery of St Benedict constitutes a patrimony of in-estimable value, its baroque church being considered the most beautiful and decorated in Rio de Janeiro. The actual construction dates from the XVII - XVIII centuries. lts activities include the running of the college St Benedict (1200 pupils) which was founded in 1858; the Theological College of the Benedictine Congregation of Brasília, which is affiliated to the Pontifical Athenaeum of Sant'Anselmo in Rome; a social welfare Centre; the publishing house "Lumen Christi' and a guest house (House of Emmaus), which provides retreats for religious and lay people. There is also an important librar) which numbers about 140000 books, among which many rare volumes are to be found. The liturgy of the community is very solemn and uses, in part, Latin and Gregorian chant.

Abadia de Nossa Senhora da Assunção


Os beneditinos têm estado presentes em São Paulo desde 1598. Naquele ano, Dom Mauro Teixeira, da Bahia, recebeu o encargo de construir uma capela em honra de São Bento, no lugar chamado "Taba". Era neste local que o famoso chefe indio Tibiriçá havia mantido a sua residência. Esta capela, que passou a ser chamada Capela de São Bento, tornou-se abadia em 1653. Ela pertencia, como aliás todos os mosteiros do Brasil daquela época, à província da Congregação Beneditina Portuguesa.
A atual igreja, juntamente com o mosteiro e o colégio, for-mam um impressionante conjunto, o qual foi possível graças aos esforços do dinâmico Dom Abade Miguel Kruse. Este abade nasceu na Vestfália, em 1864, e faleceu no bra¬sil em 1929. Ele também fundou uma Faculdade de Filosofia e Literatura independente, que foi a pioneira dos estudos filosóficos no Brasil e que é hoje parte integrante da Universidade Católica de São Paulo.
Muito bem localizada no centro da cidade, próximo aliás de uma estação metropolitana ultra moderna, a Abadia da Assunção que é como realmente se chama o Mosteiro de São Bento, tem se desenvovido como um centro de devoção e de cultura cristãs. Essa influência é em grande parte devida ao trabalho educacional da comunidade no Colégio de São Bento, como também à sua excelente biblioteca e ao apostolado que se oferece a um grande número de habitantes da cidade. Estes, com efeito, se reúnem na igreja para a celebração da liturgia ou a ela acorrem para meditarem e orarem em silêncio.

Em virtude de algumas leis do séc. XIX, as quais foram passadas especialmente para obstaculizar as ordens religiosas, a recepção de noviços foi proibida. Isso ocasionou uma lenta extinção da vida religiosa. Quando o Brasil proclamou a república, 15 de novembro de 1889, a Igreja e o Estado se separaram. A nova situação política permitiu então o restabelecimento da Congregação Brasileira, a qual foi levada a efeito graças à resolução do abade geral Dom Domingos da Transfiguração Machado (1824-1908). Para isto também contribuiu a ajuda prestada pela Congregação de Beuron. O bispo e abade Dom Gerardo van Caloen (1853-1932) desempenhou um papel de liderança nesta restauração. Desde 22 de setembro de 1900, a solene celebração da liturgia ressoa novamente como um louvor a Deus e como súplica para a Igreja e para o país.






The Benedictines have been in São Paulo since 1598. At that time Frater Maurus Teixeira of Bahia was commissioned to build a chapei in honor of St. Benedict on the site called "Taba" where the residence of the famous Chief Tibiriça had stood. This chape! now called São Bento, became an Abbey in 1653. ft belonged  as did ali the monasteries in Brazil at that time  to the province of the Portuguese Benedictine Congregation.
The present Basílica together with the monastery and lhe college constitute an impressive building complex which was made possible through the efforts of the dynamic Abbot Dom Miguel Kruse who had been bom in Westphalia in 1864 and died in Brazil in 1929. He established an independent Faculty of Philosophy and Literature, which was the forerunner of Philosophical studies in Brazil and which is today an integral part of the Catholic University of São Paulo.
Conveniently located in the center of the city, near a highly modern underground railway station, the Abbey of the Assumption which is São Bento's proper name ha developed into a center for Christian devotion and cultur, This prestige is due largely to the Community's educati work in the Colégio de São Bento, to its remarkable librar), and to the pastoral ministry offered to the many city dwellers who flock to the Basilica for the solemn celebration of the Liturgy or quiet prayer and meditation.
By reasons of certain laws in the nineteenth century which were specifically obstructíve to religious ordens, the recep¬tion of novices was forbidden. This caused the slow extinction of religious life. When Brazil became a Republic on November 15, 1889, the Church and State were separated. This new political situation allowed for the reestablishrnent of the Brazilian Congregation, which was in fact carried ot by the resolute Abbot General Dom Domingos Trasfiguração Machado (1824-1908) with the effective of the Beuron Congregation. Abbot-Bishop Dom Gerad van Caloen (1853-1932) played a leading part in this restoration. Since September 22, 1900, the solemn celebration of the Liturgy resounds again as praise to God and supplication for Church and Fatherland.



Nenhum comentário:

Postar um comentário